5 coisas que você não sabia sobre os seus cabelos

5-coisas-que-voce-nao-sabia-sobre-os-seus-cabelos

Já percebeu algo diferente em seu cabelo que você ficou curioso para saber se era verdade ou mito? Já teve alguma dúvida se determinado problema com os fios pode acontecer com você ou não? Dúvidas com relação aos cabelos são muito frequentes tanto em homens quanto em mulheres. Pensando nisso, reunimos cinco fatos interessantes que você não sabia sobre os seus cabelos. Confira!

O CABELO PODE MUDAR AO LONGO DA VIDA?
Sim. É possível. Você já deve ter percebido até mesmo por fotos que seu cabelo já foi mais fino ou mais cacheado. Isto acontece principalmente devido à mudança hormonal, que é responsável direta pela saúde e características básicas dos fios. Durante a puberdade, é quase certo que seus cabelos vão mudar – ou mudaram. Além disso, eles também podem passar por transformações durante a gravidez ou durante a menopausa e a andropausa – que são fases em que ocorrem mudanças hormonais sexuais significativas.

A HISTÓRIA “ARRANCAR UM FIO DE CABELO BRANCO FAZ COM QUE NASÇA OUTROS DOIS NO LUGAR” É VERDADE?
Não. Esta é uma lenda. Porém, se você arrancar um fio branco, não irá nascer outro da cor natural. Não importa quantas vezes você arranque este fio, sempre irá nascer cabelo branco no lugar. Porém, você não deve arrancá-los constantemente. Quando você retira várias vezes o fio de um mesmo folículo, a tendência é que pare de nascer cabelo ali – ou seja, se você fizer isso com vários fios, começará a surgir falhas em seu couro cabeludo.

A QUEDA DE CABELO ESTÁ RELACIONADA COM A PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS?
Sim. Apesar de fatores ambientais estarem envolvidos nas quedas dos fios (estresse, má alimentação, uso excessivo de bonés e chapéus, entre outros), mas os hormônios também influenciam diretamente a queda anormal do cabelo. A sua genética ou a fase da vida em que está passando pode contribuir com isso. Tal como as mudanças na característica dos fios, a queda também é causada por excesso ou falta de hormônios. Se o corpo produz mais substâncias tais como testosterona, ocorre uma síntese de outros hormônios derivados dele que provocam o excesso de queda e a calvície. O mesmo processo vale para o período após a gravidez: o acúmulo de hormônios como Beta HCG, progesterona e estrógeno ajudam a fortificar e engrossar os fios, mas a queda brusca destas substâncias após o nascimento do bebê causa justamente o efeito contrário. Usuários de anabolizantes e esteroides também podem passar a apresentar sinais de calvície devido ao estímulo de produção de testosterona.

QUAL PERÍODO DE VIDA COSTUMA SURGIR A CALVÍCIE?
Normalmente os primeiros sinais surgem na puberdade. As mudanças que surgem na entrada da puberdade faz com que este problema comece a se apresentar neste período da vida. Em alguns adolescentes será apenas uma mudança leve nas entradas, que poderá ser acentuada ao longo da vida. Ela pode ser potencializada com fatores ambientais como estresse, o uso excessivo de bonés ou prender os fios ainda molhados. Já outros podem acabar terminando a adolescência com sinais claros de que ficarão com cabelos ralos ou carecas na meia idade, pois possuem tendência genética para uma síntese exacerbada de testosterona e também para queda acentuada dos fios.

A CALVÍCIE PODE SER REVERTIDA?
Sim, e quanto mais cedo começar o tratamento, melhor. Basta disciplina, força de vontade e procurar um especialista. A ideia é estimular a oxigenação do couro cabeludo – a ausência deste fator é que provoca a calvície. Assim, são feitas diversos tratamentos, tais como uso de laser de baixa potência, dermaroller, loções nutritivas, entre outros. Para isto, é preciso disciplina por parte da pessoa para manter o tratamento por diversas sessões, já que os resultados (além de excelentes) são perceptíveis nas primeiras semanas. Além disso, como a alopecia pode ser potencializada por fatores externos, é preciso também mudar hábitos de vida para ajudar na reversão, como tratamento de doenças autoimunes e outras patologias que afetam a saúde dos fios, mudar para uma alimentação saudável, e controlar o estresse e ter uma vida bem mais tranquila.